Blog da Brumake

Reforma no condomínio? Descubra como economizar nas obras!

  • 06/02/2019

Dentre os diversos desafios do síndico, manter o prédio bem conservado certamente é um dos maiores. Além de todo o processo necessário para manter o prédio limpo, realizar reformas de tempos em tempos também é crucial, tanto a curto quanto a longo prazo.

Porém, a verdade é que quando essas reformas não são bem pensadas, provocam gastos excessivos, obras demoradas demais e até mesmo a insatisfação dos condôminos. E o síndico é quem precisa administrar tudo de forma que problemas assim não aconteçam e a paz no condomínio seja mantida.

Quer descobrir como administrar uma reforma em seu condomínio sem dores de cabeça? Confira nossas dicas abaixo e não só evite problemas com obras no condomínio, como também aprenda como gastar menos com uma reforma de qualidade!

Aposte em um bom planejamento

Se você nunca administrou uma obra ou reforma no seu condomínio, talvez não saiba, mas um dos maiores perigos é começar uma obra sem nenhum planejamento do que irá acontecer.

Além de contribuir para que aconteça diversos imprevistos, começar uma obra sem um planejamento claro pode fazer você comprar material desnecessário e até mesmo quebrar paredes que não precisavam ser quebradas.

O planejamento deve incluir não apenas o objetivo final da reforma, mas também um cronograma da obra, a tabela de materiais necessários e, claro, uma pesquisa de mão de obra qualificada.

Escolha bem os fornecedores

Um erro comum cometido por muitos síndicos é o de não escolher ele próprio o principal fornecedor dos materiais que serão usados na reforma. Comprar o material em várias lojas diferentes dificulta a logística de entrega e pode tornar a obra muito mais cara do que deveria.

Além disso, escolher uma loja que ofereça não apenas qualidade dos materiais, mas também um bom atendimento com assessoria, pode fazer toda a diferença.

Através da assessoria de bons vendedores, você pode descobrir pequenos erros na compra de materiais específicos e optar por aqueles mais adequados para a obra em seu condomínio. A Brumake, por exemplo, conta com uma equipe técnica de vendedores, que podem auxiliar você a fazer as melhores escolhas durante a compra.

Priorize a qualidade dos materiais

Você já deve ter ouvido a frase “às vezes, o barato sai caro”, e, no caso de reformas, ela não poderia ser mais exata. Optar por materiais mais baratos, e de qualidade inferior, pode causar muito mais dor de cabeça do que se imagina e até mesmo estender a obra por mais tempo do que deveria.

Alguns materiais mais baratos são menos resistentes que outros, e podem provocar muito desperdício durante a obra. Além disso, mesmo após a obra, é possível que o material resista pouco tempo, sendo necessário outra reforma para reparar o problema.

Para evitar problemas com isso, peça a opinião de profissionais e pesquise bastante os materiais que serão utilizados durante a obra, procurando saber sobre durabilidade, resistência e para qual caso eles são indicados.

Economize na compra de materiais

Comprar de forma consciente e cuidadosa ainda é a melhor forma de evitar gastar mais do que deveria durante a reforma. E, como dissemos antes, para economizar, nem sempre significa que você deve comprar o material de qualidade inferior: pensar a longo prazo vai fazer diferença no orçamento do condomínio.

A verdade para economizar durante a compra é fazer uma longa pesquisa de preço, comparando os valores dos mesmos produtos em lojas diferentes e avaliando os benefícios que as lojas proporcionam para você.

Outra maneira de economizar é evitar comprar os materiais em cartão de crédito, optando pelo pagamento à vista.